METEOROLOGIA NA TRIP

     Você certamente já passou por uma situação como esta, em que o dia amanheceu claro, com um Sol radiante e um céu de Brigadeiro ( sem uma nuvem sequer no céu ) e de repente, lá no meio da caminhada, como que por mágica as núvens surgiram por encanto  e cai uma chuva, que mais parece uma tromba-d'água.

     Sempre que começo um Curso Básico e Intermediário de Trekking, explico aos alunos que na mochila, o anoraque ou o poncho tem que estar em lugar de acesso fácil, pois na Natureza, as condições do tempo podem mudar em questão de duas horas ou menos. 

     Apesar de ocorrerem surpresas com esta, a maioria dos casos de mudança meteorológica pode ser prevista. Ao sair para uma trip, seja de um dia ou mais, sempre é bom consultar os boletins meteorológicos. 

     Tá... você vai me dizer que a menina da televisão ou o site meteorológico não tem sido confiável e concordo plenamente, porque com todas essas mudanças climáticas no mundo e que foram causadas pelo aquecimento global, poluição e desmatamento, prejudicam tudo mesmo. Mas é certo que a Natureza sempre dá um jeito de nos alertar quanto às mudanças. Como eu disse anteriormente, ao sair para a trip, SEMPRE LEVE O ANORAQUE, O PONCHO E COLOQUE TODOS OS EQUIPAMENTOS EM SACOS ESTANQUE OU SACOLINHAS PLÁSTICAS, DENTRO DA MOCHILA.

FORMAÇÃO DAS NÚVENS

     

     Se observarmos o céu e prestarmos a atenção na formação das núvens, poderemos prever, com boa margem de acerto como o clima se apresentará nas próximas seis horas ou doze horas. É importante lembrar que os ventos e a temperatura do ar também tem influência nesta previsão:  Os ventos aceleram as mudanças e o clima quente e abafado é um prenúncio de chuva. Com a prática da observação e o uso da intuição, a margem de erro tende a diminuir.

     Olhando a imagem de cima, vemos aí alguns tipos de núvens mais comuns. Estratos, Cirros, Cirro-estratos e por aí vai. Pessoal, eu mesmo às vezes me confundo eventualmente, tentando fazer alguma previsão. Desta forma, eu prefiro seguir os ensinamento de meu avô, Agenor Oliveira Lima, o qual me passou durante as suas caçadas. Ele dizia : "Fio, se você oiá os sinal da Natureza, ocê vai saber se vai chovê ou não!"

     E é verdade. É mais certo observar os sinais da Natureza, e ter uma previsão de até doze horas, do que tentar seguir as dezenas de boletins meteorológicos que vemos na televisão, rádio e internet. 
Com muitas saudades do "Vô Genor", vou compartilhar o que ele me ensinou e saibam que funciona  mesmo.

SINAIS DE TEMPO BOM 

J     Pássaros cantando freneticamente pela manhã, são sinais que o dia vai ser ensolarado;
J       A superfície de lagos, apresenta-se como um espelho;
J     As cigarras (machos) cantando pela manhã, indicam que o tempo vai esquentar bastante;
J   Nevoeiro baixo pela manhã, indica que o dia será de sol e muito calor;
J   Os rebanhos sobem os morros quando o dia será bom, ou se durante uma chuva eles não descerem, a chuva é breve;
J       Os sapos se calam;
J       A cor das folhas é viva e as montanhas estão claras;
J       Os gatos se lavam;
J       As estrelas a noite estão muito apagadas e o céu parece meio enevoado;
J      Alguns relâmpagos podem ser vistos ao horizonte, durante a noite;
J     Durante o dia, se o Sol estiver sem nenhum Halo ou anel ao seu redor, é sinal de tempo bom.
J    O halo da Lua está bem próximo dela ( HALO PERTO CHUVA LONGE!!! ).

SINAIS DE TEMPO RUIM 

L         As aves se calam, de repente na mata;
L        As cigarras e outros insetos e calam, de repente na mata;
L       Os rebanhos descem o morro e ficam agrupados no meio do pasto, quando não deitam também;
L        Andorinhas voam mais baixo;
L       Os sapos começam a cantar freneticamente;
L        A mata fica escura, assim como o alto dos morros e das montanhas;
L         A superfície dos lagos fica “encrespada”;
L         Brisa úmida, também é um indicativo de chuva;
L       As estrelas à noite ficam muito brilhantes e o céu, num tom de azul, muito escuro;
L       Gatos começam a espirrar;
L   Algumas  horas antes, as formigas começam a reforçar a entrada do formigueiro ou cupins e formigas estocando alimentos, haverá queda violenta de temperatura;
L       Sol ardido na pele e com Halo longe dele, formando um imenso anel ao seu redor;
L        Vento vindo de Noroeste;
L       Ao redor da Lua, à noite, haverá um imenso Halo distante. Halo longe chuva perto.


     Galera, também é importante dizer que, caso comece a chover  na mata, não se deve abrir guarda-chuvas e sombrinhas, pois a probabilidade de raios estarem presentes é muito grande.

     Correr na trilha, de nada vai adiantar, porque além de não encontrar abrigos artificiais e nem naturais  realmente eficazes, quedas com traumas poderão ocorrer.

     O negócio mesmo, é vestir o anoraque ou o poncho, e seguir em frente. Só pare se a chuva for violenta demais. E se for violenta demais, não permaneça no alto de morros, de montanhas e longe de baixadas, grotos  e mesmo locais em que você suspeita que enchentes poderão ocorrer.

    Também tome cuidado com os rios. Quando for atravessar um rio, SEMPRE ESTEJA ANCORADO NA CORDA DE PASSAGEM, também chamada de LINHA DA VIDA. 





     Este é o melhor e mais seguro procedimento na travessia de rios, que em caso de chuva na cabeceira, o nível da água, pode subir até 50 centímetros em um período de até 20 minutos, como já comprovamos em muitas de nossas trips. Felizmente, a Fabi e eu, estamos sempre equipados, regularmente treinamos estas mesmas técnicas e inserimos novas técnicas e materiais a serem usados por nós e nossos clientes. 

     Também fique atendo, antes, durante e depois da chuva, a cor e transparência da água do rio, isto pode salvar sua vida:

     1 - O Rio começando a ficar com suas águas turvas, num dia nublado: Certamente está ocorrendo chuvas na cabeceira

   2 - Durante a chuva, a água do rio tornou-se barrenta: A velocidade do rio aumentou tanto, que a lama do fundo está sendo trazida à tona. Esta será uma travessia perigosa, porque além de não se saber onde está pisando, diversos materiais estão sendo carreados pelas águas. E havendo a presença de galhos, folhas, até mesmo pequenos animais como cobras, que nadam muito bem, poderão estar presentes. CUIDADO NA TRAVESSIA!!

     3 - Após a chuva forte, a água do rio está negra: NÃO ENTRE NO RIO E SUBA O MÁXIMO QUE PUDER!!  Isto é sinal de CABEÇA D'ÁGUA!!


           CABEÇA D'ÁGUA É UM FENÔMENO QUE SE DÁ, QUANDO COM O AUMENTO DAS CHUVAS NA CABECEIRA DOS RIOS, FORMA-SE ENXURRADAS VIOLENTAS E EM GRANDE VOLUME QUE SEGUEM PELOS LEITOS DOS RIOS ENTÃO EM NIVEL E VOLUME NORMAL, ARRASTANDO NÃO SÓ GALHOS, MAS ÁRVORES INTEIRAS E PEDRAS. TRATA-SE DE UM FENÔMENO MUITO COMUM NA SERRA DO MAR !!!        

    
    Enfim, galera, sempre que puder, dê uma paradinha na trilha e olhe a paisagem, olhe para céu e seus elementos. Porque se você estiver bem conectado com a Natureza, certamente a "Mãe" vai te dizer de forma simples o que está acontecendo e o que está para acontecer. 

     UM FORTE ABRAÇO À TODAS E A TODOS, BOAS TRIPS E...

     SAUDAÇÕES VERDEJANTES

     Alex Lima e Fabi Souza

     Um forte Abraço para os Guias de Turismo karine Gobetti e Luiz Oliveira!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PORQUE ESPORTISTAS DE AVENTURA DEVEM SABER TÉCNICAS DE PRIMEIROS SOCORROS