O QUE  É HIPOTERMIA

Situação em que o excesso de frio do ambiente , causa uma queda leve ou excessiva da temperatura corpórea, podendo levar a Criança ou adulto à morte.Esta patologia ocorre por ações externas que interfiram na ação termoreguladora hipotalâmica, assim como barbitúricos, fenotiazinas e álcool; má nutrição ou desordens do sistema nervoso central.

FISIOPATOLOGIA DA HIPOTERMIA

Na hipotermia, de um modo geral, há perda excessiva de calor pelo corpo, sendo que o organismo apresenta mecanismos compensatórios para tentar conter essa situação ou ainda revertê-la. Em primeiro lugar ocorre vasoconstrição cutânea generalizada o que causa diminuição da perda de calor para o ambiente em 25%. Em seguida acontece a piloereção e posteriormente caso não haja alguma deficiência metabólica importante, ocorre o aumento de produção de calor pelo organismo ao promover calafrios, excitação simpática para produção de calor aumento da secreção de tiroxina, hormônio responsável pela termogênse  química das células.

SINAIS E SINTOMAS COMUNS NA HIPOTERMIA


  • Temperatura axilar abaixo dos 36º C;
  • Calafrios;
  • Pele arrepiada;
  • Distúrbios fonéticos ( dificuldade de falar );
  • Pele pálida;
  • Lábios pálidos ou cianóticos.

NOS CASOS MAIS GRAVES :

  • Dor nas articulações ou imobilidade funcional;
  • Perda da coordenação motora;
  • Pele pálida e extremidade dos membro cianóticos;
  • Amnésia, encaminhando-se para a inconsciência;
  • Tosse produtiva de muco e sangue;
  • Parada Cárdio Respiratória.


TIPOS DE HIPOTERMIA

A hipotermia, em se tratando de esportistas outdoor ou de aventura, pode ocorrer de duas formas: topica ou sistêmica, sendo que a sistêmica sempre será mais grave e são classificadas quanto a temperatura que o corpo apresenta. Portanto, quanto  mais baixa a temperatura do corpo, mais grave será a situação. Vejamos então os tipos de hipotermia:

HIPOTERMIA LEVE

A hipotermia leve é a mais comum nos dias de verão. Aquela sensação de frio, quando tomamos um banho de cachoeira e nossa pele fica fria, pálida e toda arrepiada. O indivíduo poderá apresentar agitação psicológica, taquicardia e taquipneia ( respiração rápida e irregular ), uma vez que o corpo imediatamente irá desencadear diversos mecanismos para reaquecer o sistema imediatamente.

O QUE FAZER : 
  • Retire a vítima do ambiente que está causando a hipotermia;
  • Retirar as vestes molhadas da vítima e aquece-lo com roupas secas ou mesmo uma toalha e cobertor;
  • Hidratar com bebida quente e alimento também quente;
  • Se não houver melhora do quadro hipotérmico, levar a vítima para o hospital imediatamente.








 HIPOTERMIA MODERADA

Os casos de Hipotermia moderada irão surgir, quando a vítima permanecer algum tempo exposto ao ambiente frio ou em água de baixas temperaturas, por um período médio de tempo . Algo em torno de 30 minutos à uma hora. Com isto, irá apresentar queda no nível de consciência, amnésia, esquecimentos, pele pálida, seca (no caso de estar fora da água), lábios arroxeados, pulso rápido e difícil de se localizar, respiração rápida, descontrolada e com a presença de sibilos ou mesmo ronco. Sua coordenação motora será quase inexistente e a dor nas articulações ou imobilidade será quase que total.

O QUE FAZER : 

  • Isole imediatamente a vítima do frio ou do agente que está causando o frio;
  • Se a hipotermia for causada por imersão, NÃO RETIRE AS VESTES DO PACIENTE NUNCA !!
  • Instale na vítima uma manta aluminizada, para evitar perda de calor;
  • Agasalhe a vítima com mantas e roupas quentes sobre a roupa molhada mesmo;
  • Meça a temperatura de 5 em  5 minutos;
  • Você somente irá oferecer um chocolate quente comida quente, se a vítima estiver consciente. LEMBRE-SE: NUNCA DÊ LÍQUIDOS OU COMIDA PARA UMA VÍTIMA INCONSCIENTE!! 


HIPOTERMIA SEVERA

É a mais severa de todas as modalidades de hipotermia. A temperatura da vítima fica abaixo de 28 graus, podendo chegar aos 22 graus em um quase congelamento.
Seu estado de consciência é quase nulo. Portanto estará semi consciente ou até mesmo inconsciente. O pulso estará quase inexistente  e certamente haverão alterações pulmonares, com a presença de roncos, que indica a presença de broncorréia ( acumulo de secreção nos pulmões). Assim, mesmo inconsciente, o paciente começa a tossir com a presença de sangue na saliva, o que indica o começo da destruição dos alveólos pulmonares. Ou seja, o paciente está se encaminhando para a morte.


O QUE FAZER : 

Não há muito o que fazer, quando o paciente chega num estado tão grave de degradação. Mas se quiser, fazer algo:
  • Retire o paciente do ambiente frio;
  • Tente aquecer a vítima, colocando-o dentro de seu saco de dormir, totalmente nú e você terá que fazer o mesmo, para tentar, por convecção, transferir o calor de seu corpo para o dele;
  • Se possível, tranporte-o imediatamente para algum hospital ou unidade de resgate, com muito cuidado, pois este é um paciente instável, qualquer movimento a mais pode fazer seu coração, que já está avariado, fibrilar e parar. Parado o coração, dificilmente irá consegui-lo trazer de volta.

COMO EVITAR QUE TAIS SITUAÇÕES ACONTEÇAM : 


A AVENTURA SEMPRE TEM QUE SER SEGURA. MESMO QUE CUSTE MAIS CARO QUE OUTROS POR AÍ !!!

  • O BARATO SAI CARO !! Sabemos pois, que infelizmente o turismo de aventura, está banalizado e assim como encontramos um roteiro caro, encontramos o mesmo muito barato. Mas o que ele não tem que outros tem? PENSE NISSO!!
  • SEU GUIA / INSTRUTOR  É CREDENCIADO? Pergunte e peça que o instrutor forneça suas credenciais e comprovantes de capacitação. Isso garante uma aventura segura;
  • A EMPRESA, O GUIA OU INSTRUTOR É EXPERIENTE? Com toda essa banalização do turismo de aventura, todo mundo se acha ápto ou competente para levar clientes para a montanha, trilha, caverna ou qualquer aventura. Não espere a encrenca acontecer, para descobrir, questione e pesquise antes de pagar.
  • GUIA CADASTUR É OBRIGATÓRIO SIM !! Independente se a aventura é em sua cidade de origem ou pertinho,a preseça do Guia CADASTUR é obrigatória em todo tipo de excursão ou viagem de aventura.
  • EQUIPAMENTOS DE SEGURANÇA SÃO SEMPRE OBRIGATÓRIOS!!  Conheça e certifique-se de que os equipamentos de segurança estão presentes. Capacetes óculos, cintos . Todos devem usar, instrutor, guias, monitores e clientes. 
  • SEGURO VIAGEM : A empresa oferece seguro viagem? Pergunte sempre!! sem seguro viagem, não se vai para a aventura. E se você sofrer algum incidente com trauma? Quem vai te levar para o hospital, pagar as despesas? Ninguém quer ficar na fila de um Pronto Socorro Público até de madrugada, não é?
  • E NÃO É SÓ ISSO NÃO !! Conheça sempre, antes de viajar, de partir para a aventura, a empresa que irá promover o evento e até mesmo colha depoimentos de clientes que viajaram antes e até mesmo consulte sites especializados sobre o tipo de aventura que irá participar. Uma vez você tendo alguma noção do que é e como funciona e quais os procedimentos de segurança, poderá cobrar com alguma propriedade, uma melhor organização e segurança dos organizadores.


A subida de uma montanha, é para quem realmente se preparou.. e portanto, temos que ir e voltar bem!! Boa aventura para vocês, galera!!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PORQUE ESPORTISTAS DE AVENTURA DEVEM SABER TÉCNICAS DE PRIMEIROS SOCORROS